Miguel Arraes foi uma das mais influentes lideranças políticas do País, e que o seu importante legado deve ser compartilhado com os mais jovens

    A programação começou nesta terça-feira (13), quando a Fundação João Mangabeira inaugurou, com o apoio do Instituto Miguel Arraes, a exposição fotográfica Miguel Arraes 100 anos, no corredor de acesso ao plenário da Câmara dos Deputados. No mesmo dia, às 11h, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal realizam uma sessão solene conjunta para celebrar a memória do socialista.
    A mostra fotográfica aborda a história de vida e a trajetória política do socialista, desde seu nascimento em Araripe (CE), passando por sua juventude na cidade do Crato (CE) e seu exílio na Argélia após o golpe militar de 1964. A exposição também resgata importantes iniciativas sociais de Miguel Arraes para o povo pernambucano, como o Chapéu de Palha, programa que empregava os bóias-frias em pequenas obras públicas durante as entressafras e o Acordo do Campo, que obrigou usineiros a respeitar os direitos trabalhistas dos canavieiros da Zona da Mata.
    O centenário de nascimento do ex-governador de Pernambuco e ex-presidente do PSB, Miguel Arraes, será celebrado com uma série de eventos nos dias 13 e 14 de dezembro, em Brasília. Um dos principais líderes da esquerda brasileira, Arraes completaria 100 anos no próximo dia 15.