O Coordenador Adjunto da Bancada do Ceará, Deputado Federal José Airton Cirilo (PT-CE) e o coordenador da Bancada do Nordeste na Câmara Federal, Júlio César (PSD-PI) estiveram em audiência nesta terça-feira(20/6), com o Secretário Executivo do Ministério da integração , Mário Ramos Ribeiro e a Diretora do Departamento Financeiro e de Recuperação de Projetos dos Fundos Regionais de Incentivos Fiscais, Cilene de Jesus para buscar um entendimento sobre a renegociação dos débitos dos agricultores nordestinos.
IMG-20170620-WA0049
Na oportunidade foi entregue um anti projeto que define novas diretrizes para os incentivos fiscais de aplicação da parcela do imposto de renda nos Fundos de Investimentos da Amazônia –FINAM e do Nordeste-FINOR, que abre a possibilidade de renegociação das dívidas em debentures e adequa ás taxas de juros dos Fundos Constituição de Financiamento.
Foi divulgado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica (IPEA) do Ceará, que o Produto Interno Bruto (PIB) do estado caiu 3,45% em 2015. A queda da produção é reflexo das adversidades climáticas, que maltrata o Nordeste há anos e acarreta o endividamento rural, apesar das tentativas de renegociar dívidas, o setor agropecuário, que teve queda de 8,02%, sempre foi o setor que menos participou do PIB.
O Deputado Federal José Airton Cirilo defende a urgência na resolução das dividas dos agricultores:
“O Ceará em específico está enfrentando a maior seca da história, por isso que precisamos urgentemente atender a esse apelo dramático dos agricultores, dos agropecuaristas pela renegociação as dívidas agrícolas, e suspendendo as cobranças que estão sendo feitas, inclusive as execuções por parte dos bancos”. Declarou o Coordenador da Bancada Do Ceará, Deputado Federal José Airton Cirilo (PT-CE).